Vivendo um/em Hiato

    Choveu como calma. Molhou, mas não enxarcou. Ela andava quieta nos últimos tempos. Pensativa, em epifania, soube da obrigação que sua carne e sua alma gritavam: Como nas séries, por entre as trocas de temporadas, o momento era de pausa. Depois, continuaria.

    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



    6 Responses so far.

    1. Simples, leve e belo...

      Retribuindo seu comentário no meu blog!

    2. Gostei e entendi. Já me senti muitas vezes assim.

      Estou seguindo! Obrigada pelo comentário
      ;)

    3. Belo texto.
      Vc manda muito bem!
      ;)

      boa quarta!

      http://bruhworspite.blogspot.com/

    4. Eu amei o " como nas séries,por entre trocas de temporadas, o momento era de pausa.Depois, continuaria".
      Achei o máximo a analogia
      *-*

    5. Adorei esse pequeno poema
      Lindo, Lindo, Lindo msm
      bjs

    6. ÓTIMO!!

      Acho que você deve gostar de poesias, dá uma olhada quando tiver um tempo.

      http://sincerossuspiros.blogspot.com/

    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."