Perseguição à Apaixonada

    Sabendo que seria perseguida,
    Caminhou na escuridão do dia.
    Incrível como o sol pode colaborar.
    Na dor de sua frágil inexistência planetária,
    Persistiu.
    A trama estava aumentando.
    E a dramaticidade da hora escolheu extravasar.
    Ao lado de sua própria sombra,
    Foi feito o refúgio do espelho.
    Não era no meio do caminho,
    Não fora na conclusão
    E muito menos no princípio que a separação ocorreu.
    Em seu exato tempo,
    Além do infinito desconhecido,
    A perseguição teve fim.
    Enquanto da carne era feita alma,
    Conclui-se que o amor renascia da chama finita.
    Que mesmo de cinzas aquilo continuava.
    Pois de que valeria tamanha correria interna
    Se o término não fosse uma feliz descoberta?


    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."