Poeira

    O verde deu lugar ao cinza.
    'Quanto vale' ao invés do  'Quão belo'.
    Antes a natureza era sacra,
    Agora é recurso, cenário.
    Um mundo de civilizados vivendo em selvageria.
    Sabemos muito,
    Ignoramos mais.
    Deliberadamente seguimos
    Sugando, destruindo, consumindo.
    Crendo: A Terra serve para se ter.
    Na real: Somos o Planeta,
    Elo do ambiente,
    Parte de uma cadeia eterna.
    Cade a racionalidade tão aclamada em/por nós?
    A magia dos sabores, cheiros, cores e sons do natural
    Só existe se do respeito nos munimos.
    Senão,
    A terra - tão viva -
    Será pó.


    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."