Ultimato

    Quais são os motivos que me fazem insistir em você?
    Basta-me um olhar,
    Uma troca de saudações,
    Uma trombada qualquer na rua,
    Para remeter meus instintos aos seus.
    Sei que lhe disse:
    “Vamos ser amigos.”
    Não posso,
    Nem quero.
    Sou sua.
    Mas você insiste em não perceber
    Ou apenas ignorar.
    É provável que esteja louca.
    E daí?
    Ainda estou presa a sua alma.
    Só quero ter-lhe
    Ou apagá-lo de vez.
    Cansei deste embate emocional.
    Vem você e elogia-me.
    Fala da minha generosidade,
    Dos meus talentos literários,
    Da minha inteligência,
    Ou mesmo da minha forma de ser.
    Idolatra nossa amizade.
    Farta estou.
    Perceba o que os outros já cogitaram
    Que razões cegam-lhe a tal ponto de não me ver de fato?
    Serei tão repulsiva assim?
    Pouco para os padrões seus?
    Ou teme por mim realmente apaixonar-se?
    Teme amar-me?
    Não me engana
    Sei que já notou meu valor,
    O fato de que como o que lhe ofereci dificilmente terá,
    E daí?
    Não sou bem quista por seus lábios,
    Apenas amigos.
    Clamo para ser sua,
    Tanto quanto para esquecê-lo.
    Quero conversar consigo
    Odeio quando acontece de nossas vidas tocarem-se.
    Odeio mais ainda quando ela nos afasta.
    Como posso iludir-me com tão pouco?
    Ou seria muito?
    O que posso dizer,
    Fazer,
    Para que perceba
    Que meu mal
    E minha salvação
    Residem em você?


    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."