Santa Catarina


    Ouviu-se uma chuva correr sem perdão.
    E a chuva que era surpresa,
    Insaciável em seu desígnio,
    Prosseguiu a derrubar seus pingos sem hesitação.
    Foi destruindo ruas, casas, cidades,
    Desmantelando empregos, sonhos, planos,
    Acabando com pessoas,
    Separando famílias,
    Ilhando até desconhecidos.
    Onde havia vidas,

    Agora, só lama.
    A inundação equivocou-se, contudo,
    Ao julgar-se mais forte que esta nação Catarinense.
    Este povo que em seu hino exalta:
    “E nesta grande Nação
    É cada homem um bravo
    Cada bravo um cidadão”. 

    Apesar do que se viu, do que se foi feito,
    Não se quebrou a esperança,
    A fé,
    A bravura,
    De quem nasceu encantado pelo poder da Fênix:
    Pronto pra recomeçar,
    Preparado pra reerguer-se.

    _____________________

    *** Esta poesia foi escrita durante as enchentes que assolaram o meu querido estado. ***
    *** A parte escrita em cor diversa é um trecho do Hino de Santa Catarina ***

    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."