Passando dos Limites

    Já nem sei o que quero:
    Se seus beijos de volta,
    Ou minha dignidade.
    Estou perdida em meio ao meu ego ferido por entre as entranhas de um amor dilacerado.

    Nem sei mais o que mereço;
    O príncipe sonhado,
    Ou você
    – Mesquinho,
    Agressivo,
    Ciumento,
    Possessivo.

    Honestamente desisti de saber.
    Ou sentir.
    Ou entender.
    Não sei mais o que pensar.
    Foi na condenação minha que armei o meu sentimento,
    Perdi os sentidos pelo tapa,
    E, através de beijos seus o recobrei.

    Não sei mais o quero,
    Ou alguém que eu mereça,
    Ou alguém capaz de amar-me,
    Ou alguém que eu possa amar.
    Já desisti de querer merecer!


    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.


    2 Responses so far.

    1. Oi,Karla,Boa tarde!Amei suas poesias,sua sensibilidade,me simpatizo muito com pessoas cuja alma grita e esse grito ecoa.
      Estou iniciando meu blog e também gosto de escrever sem calar a alma,caso queira visitar meu blog e gostar de algo,siga.
      Abraços.

    2. ✿ chica says:

      Que lindo,Karla!! Bela poesia! beijos,chica

    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."