Templo

    O meu corpo é seu templo.
    Sua prece, meu caminho.
    Seus murmúrios, ordens.

    O meu corpo é seu pecado.
    Suas mãos, meu paraíso.
    Minha boca, seu inferno.

    O meu corpo é seu domínio.
    Sua soberania, meus gemidos.
    Sua liberdade, minha prisão.

    O meu corpo é seu desenho.
    Seu traço, meu contorno.
    Meus braços, sua moldura.

    O meu corpo é seu.
    E para que mais dizer,
    Ou juras soltar,
    Se o seu silêncio é a resposta para meus sentidos,
    Obscurecidos pela vontade de novamente sua ser.


    Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



    3 Responses so far.

    1. Caio says:

      OWNT.
      Você que faz? *-*
      www.cerejalouca.blogspot.com

    2. Gostei, deste. Trouxe lembranças que me deixavam felizes em outras épocas, e isso é bom.

      parabens

    3. Linda poesia, bem instigante.

      Eu curti.

    Leave a Reply

    "Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

    LEIA,
    PENSE,
    COMENTE!

    Obrigada pelo seu Comentário!!

    Luiz F. Veríssimo

    "Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    Anaïs Nin

    "Você vive assim, protegido, em um mundo delicado, e você acredita que está vivendo. Então você lê um livro... ou vai fazer uma viagem... e você descobre que não está vivendo, que está hibernando."

    Marcello Mastroianni

    "Acho que todos somos um pouco como Dom Quixote: Certas ilusões são mais fortes que a realidade."